quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Paternidade de Deus

Imagem: internet
    “Jesus disse: não me segure, pois ainda não voltei para meu pai. Vá, porém, a meus irmãos e diga-lhes: estou voltando para meu pai e pai de vocês, para meu Deus e Deus de vocês”. (Jo 20:17)
 Lembro-me como se fosse hoje, lendo essa escritura pela primeira vez, uma revelação que mudaria todo o meu relacionamento com Deus. Quando conheci o povo de Deus e sua palavra, tudo era novo para mim. Especialmente meu contato direto com a palavra de Deus. 
Vim de uma família simples, sem estudos, desestruturada nos aspectos emocionais e espirituais. Fiquei órfã de pai aos 8 meses. Minha mãe casou-se novamente e veio morar em São Paulo quando eu tinha 2 anos, mas eu fiquei em minha cidade natal e fui criada por meus avós maternos. Estudei em um colégio de freiras até meus onze anos, e logo depois mudei para São Paulo. Até então nunca tinha lido a Bíblia.

Quando você é órfã, sempre imagina como seria seu pai. Você cresce pensando como seria se ele estivesse com você.

Eu considerava meu avô como sendo meu pai, mas devido a sua simplicidade e muitos netos para criar, não tivemos a oportunidade de criar laços fortes. Lembro-me de algumas imagens que ficaram registradas em meu coração sobre essa época, como meu avô saindo cedo para pescar, que era sua profissão, e chegando tarde em casa. Algumas destas imagens me trazem muita tristeza, como minha avó carregando meu avô bêbado de um boteco. Mas outras me trazem alegria, como meu avô me carregando na garupa de sua bicicleta, que era o único transporte da família. 

Quando cheguei em São Paulo aos 12 anos, tive que chamar o marido de minha mãe de pai, uma pessoa que nunca tinha visto na vida! Foi um processo doloroso para mim, pois eu tinha feito uma imagem de um pai em minha cabeça. E esse pai era amoroso, gentil, doce, sensível, presente. O oposto do que encontrei nesse “novo pai”. Os três anos que morei com minha mãe,seu marido,e meu meio-irmão, foram muito difíceis. Era um ambiente de violência física e verbal. A imagem de pai que eu tinha feito em minha mente, simplesmente desmoronou lentamente.

Como cristã recém-convertida, adolescente, e órfã, busquei em Deus forças para superar minhas dores e meu passado. Afinal, através de Jesus, Deus me deu uma nova chance, um novo começo. A Bíblia para mim era uma descoberta e me alimentava a cada dia. Por meio dela eu descobria verdades espirituais, e o coração de Deus. Certo dia eu li e entendi que Jesus não só abriu o caminho para eu ir à presença de Deus (Hb10:19-22), mas também, o próprio Deus se tornou meu pai!!! Que revelação! Isso mudou minha maneira de me relacionar com Deus, curou minhas feridas paternas, e preencheu uma lacuna em minha vida e história.

Compartilho uma oração para Deus escrita em 27 de outubro de 1997.
----

Querido Pai e Deus Eterno, 

Estou muito grata e feliz por estar ao seu lado, no meio do teu povo. Agora estou com 23 anos e sei que existem muitos desafios pela frente, mais estou feliz, porque aprendi que estar ao seu lado e te conhecer é demais! Muito obrigada. Me sinto amada. Obrigada ... a certeza em meu coração, que o Senhor me ama é imensa e concreta. Te amo muito, muito, mesmo!

Obrigada por tudo!

Com todo coração, sua filha.

 Segue um louvor que sempre emociona meu coração: Nos braços do Pai.

----


Um abraços fraterno!
Francis Paduan







2 comentários :

Andréa Targino disse...

Demais! Obrigada pelo ânimo! De fato é muito especial saber que temos um Pai assim!!! Beijos, e parabéns pelas postagens!!!

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Que belo, Francis!
Saber e ter um Pai como este Deus Eterno, Todo Poderoso, mas sobre tudo de uma amor sem medida, é algo tremendo e é tudo o que precisamos.
Mesmo tendo um pai terreno muito bom e um homem de Deus como eu tenho, isto faz toda a diferença. Porque nada se compara com o amor deste Pai. É incomparável, podes crer!
É isso ai, amiga, você, eu e todos os que o buscam, têm um Pai Eterno, majestoso, e incomparavelmente amoroso,aleluia!
Isso sim faz toda a diferença.
Que pelo Deus Espirito, o Pai encha sua vida cada dia mais de vigor.
Bjs e paz!

Postar um comentário